Artigos

WordPress versus Blogger et al.

Wordpress vs Blogger

Wordpress vs Blogger

Blogue ou algo mais?

Há dias, e a propósito da minha mudança para a dominios.pt, (Mudei de “casa” – Alojamentos Web comparados.) conversei com o Ricardo Azevedo (A Minha Casa Digital) sobre alguns dos stresses que tive ao repor o site.

Na altura, e muito pragmaticamente, o Ricardo perguntou-me «para que é que precisas do WordPress!?».

A minha resposta, ainda que pouco exaustiva foi simplesmente: “para poder fazer outras “cenas”!” 🙂

A pergunta do Ricardo foi pertinente! sendo este site um simples “blogue” porquê a necessidade de algo mais complexo para essa finalidade?

Bem, de facto, seria possível utilizar o Blogger para o Hometech-etal.pt, mas a diferença principal entre ambos é a capacidade de evoluir e implementar algumas funcionalidade mais complexas.

Neste sentido, o Blogger, sendo uma plataforma destinada exclusivamente a “blogging”, não permite adicionar muitas mais funcionalidades do que as que a Google estabelece. Em segundo lugar, sendo gratuita, é também compreensível que a Google não pretenda que a mesma se torne num “site killer” desvirtuando o público alvo da plataforma.

Do outro lado, o WordPress é mais do que uma plataforma de “blogging”. É um gestor de conteúdos (CMS – Content Management Server) com capacidades bastante avançadas e uma comunidade de utilizadores enorme.

Ao contrário do Blogger pode-se dizer que o WordPress seguiu dois caminhos diferentes, dando ao utilizador a possibilidade de escolher o cenário que mais lhe convém. Ou seja, o WordPress começou (em 2003) por ser um software de código aberto (e gratuito) destinado a criar sites de blogs, no entanto, uns anos mais tarde, os seus fundadores criaram a empresa “Automattic“, para fornecer alojamento de sites baseados numa versão controlada do WordPress, bem como desenvolver outros serviços relacionados com sites e blogs como o Askimet, Ping-o-Mattic, Crowdsignal (ex PollDaddy) entre outros, mantendo contudo o software WordPress com licença de código aberto.

Portanto, atualmente pode optar por criar um blog no serviço www.wordpress.com (.com => Comercial) ou então fazer o download do software e alojá-lo no servidor que tiver. É a partir do site www.wordpress.org (.org => Organização) que encontra não só o software como também todos os recursos da comunidade e de empresas como por exemplo, o repositório de temas, plugins, suporte da comunidade e ainda uma lista de vários serviços de alojamento com WordPress “chave-na-mão”.

Por cá, existe também a comunidade WordPress Portugal e grande parte dos fornecedores de alojamento web providenciam soluções com WordPress já instalado.

Gearbest O Poder de Juventude : 50% de desconto diária promotion

Custos

Começando pela parte que normalmente é mais sensível pode-se dizer que tanto o Blogger como o WordPress são gratuitos.

Contudo, o Blogger é gratuito “as-is” ou seja, tal como é, e na sua génese de plataforma de Blogging.

Já o WordPress tem duas vertentes, a do plano gratuito do alojamento no wordpress.com (com anúncios e funcionalidades limitadas), e a do software open source que é livre de ser instalado em qualquer máquina que possua. Significa que se quiser ter o WordPress como um gestor do seu Blogue ou como um gestor de conteúdos para um site, basta fazer download e começar a utilizar.

Posto isto, se optar por ter características mais avançadas no seu blogue ou site baseado em WordPress, terá de começar a considerar custos.

Terá então duas opções:

  1. Escolher um plano pago do WordPress.com, ou
  2. Alugar um servidor web para instalar o software.

Cada um dos planos pagos do WordPress tem limitações, no entanto, na sua versão gratuita todas as opções básicas para trabalhar de forma semelhante ao Blogger. O senão da versão gratuita é a imposição de alguns anúncios introduzidos pelo Worpress.com no seu site, como forma de suportar os custos da plataforma.

Comparação

Decididamente a plataforma Blogger é mais do que suficiente para quem pretende apenas criar um blogue de forma rápida, sem grandes adaptações e sem se preocupar com algumas questões mais técnicas como a de gerir o alojamento.

Vejamos algumas características:

Blogger WordPress.com WordPress.org
Custo Gratuito.

Pode ser “monetizado” com publicidade de terceiros.

Plano Gratuito – Não permite publicidade de terceiros.

Planos Pagos – Permite publicidade de terceiros.

Gratuito.

Pode rentabilizar o seu Blogue/Site conforme entender.

Necessita de contratualizar um fornecedor de alojamento.

Controlo A Google determina quais as funcionalidade limitando a possibilidade de adicionar componentes. Desta forma há mais garantias de compatibilidade e de gestão dos recursos necessários para fornecer o serviço. A Automattic disponibiliza vários níveis de alojamento aumentando as capacidades e funcionalidades consoante o tipo de plano contratualizado. O plano grátis é suportado exclusivamente por publicidade. O utilizador possui controlo total sobre as funcionalidades e características que pretende implementar. O limite máximo pode ser estabelecido pelo servidor de alojamento que contratualizar ou que adquirir para o efeito.
Propriedade O serviço é gerido pela Google e terá de respeitar os seus termos e condições. Assim, a Google é livre de fechar o seu blog caso entre em incumprimento ou se entender que a plataforma deixou de ser rentável. Semelhante ao Blogger. Todos os dados são propriedade do utilizador. Pode fazer as alterações ao WordPress que pretender. Se contratar um fornecedor de alojamento terá que seguir os termos desse serviço.
Complexidade Baixa Consoante o plano Baixa
Portabilidade O Blogger permite exportar os artigos e conteúdos, no entanto será necessário algum trabalho extra para migrar para outro sistema. Pode exportar os conteúdos para mais tarde importar noutra instalação WordPress. Quer a instalação quer os dados são facilmente migrados para outro servidor ou sistema.
Aparência / Costumização Média Consoante o plano Total
Segurança A cargo da Google. Só tem de proteger a sua password. A cargo do WordPress. Os plugins são controlados por eles. Também só tem de se preocupar com a sua password. Depende da segurança do servidor onde fica alojado. Existem cuidados a ter com a instalação de plugins de terceiros bem como o código adicional. Deve ser mantido atualizado sempre que possível.
Suporte Limitado. Pouca documentação. Por e-mail em planos pagos. No plano gratuito só o suporte da comunidade. Diversas fontes de ajuda da comunidade. Existem empresas que fornecem serviços de suporte.
Futuro Não se avisinham melhorias ou grandes actualizações por parte da Google. É um sistema com bastantes anos e que poderá acabar como outras ferramentas da Google (Reader, Dependente da Auttomatic. Suportado pela comunidade WordPress enquanto for independente de empresas.

Gearbest O Poder de Juventude : 50% de desconto diária promotion

Interface

Para ficarem com uma ideia do que ambos permitem fazer deixo-vos com a seguinte galeria de ecrãs sobre as áreas de gestão e de edição de artigos/conteúdos.

Blogger:

WordPress:

Ferramentas

Apesar de ambas as soluções poderem ser utilizadas 100% através do WebBrowser pode utilizar algumas ferramentas para edição de artigos e/ou administração.

Para começar, existem várias ferramentas para edição de artigos, sendo a mais popular o Windows Live Writer, que, tendo este sido abandonado pela Microsoft, passou a chamar-se Open Live Writer e é suportado por uma equipa de programadores independentes.

Em termos de escrita existem outras ferramentas conhecidas mas muitas deles são pagas, por exemplo Hemingway, Thingamablog, Blogdesk, entre outras.

No que diz respeito a gerir ideias, agregar conteúdos, tópicos, tirar notas, etc, existe uma variedade ainda maior. https://bloggingwizard.com/writing-tools-for-killer-blog-posts/

Gearbest O Poder de Juventude : 50% de desconto diária promotion

Conclusão

Não que eu não me tivesse feito anteriormente a mesma pergunta que o Ricardo, no entanto, a minha escolha pelo WordPress foi no sentido de tentar não ficar limitado quer nas funcionalidades, quer na possibilidade de “monetizar” o blogue à minha maneira. Portanto, ainda que de momento não esteja a “lucrar” do facto de ter uma solução com mais potencialidades, não quis deixar, de início, a porta fechada a futuras melhorias do Blogue. Por outro lado, não quis também impor algumas limitações aos utilizadores, nomeadamente através da publicidade forçada do plano gratuito do WordPress.com, podendo escolher se quero apresentar ou não publicidade aos utilizadores.

Assim, optei pelas capacidades adicionais do WordPress e escolhi um alojamento com um orçamento adequado ao que pretendia.

Outras plataformas

Existem outras plataformas de blogging todas em uso, no entanto umas possuem mais ou menos adeptos que outras, a saber:

Plataformas de blogging / micro-blogging: TypePadMoveable TypeDasBlog;

Outras: https://www.creativebloq.com/web-design/best-blogging-platforms-121413634

Espero que este texto vos seja útil e boa escrita para todos!! Comentem e partilhem da vossa opinião na área dos comentários abaixo!

Foto de rawpixel on Unsplash

Para qualquer dúvida, questão ou eventual correcção que deseje realizar, pode utilizar o espaço de comentários abaixo deste artigo, utilizar a nossa página de contato ou ainda remeter um e-mail para geral [@] hometech-etal.pt

partilhar

opinar



Tema original de Anders Norén adaptado por Ricardo Gil Simões