A melhor forma de não perder informação é através da realização de cópias de segurança. Se possível mais do que uma! Mas os azares acontecem e perder informação por acidente, avaria ou pura e simples distracção é mais do que comum!

O caso certamente mais frequente é quando elimina por engano um ficheiro ou esvazia a reciclagem e posteriormente se lembra de que afinal iria necessitar novamente do ficheiro. No entanto, outros casos mais graves são quando a PEN USB ou o Disco Externo que utiliza para transportar informação, ou mesmo o próprio disco de sistema do computador ou portátil, se avariam.

Nestas situações é possível recorrer a software de recuperação de dados para tentar procurar a tal informação perdida.

Este artigo apresenta o software de recuperação de dados da EaseUS Software, uma empresa dedicada ao software de gestão de discos, backup, e recuperação de dados para várias plataformas, desde Windows, Mac, iOS e Android.

O software que facilita a recuperação de dados é o EaseUS Data Recovery Wizard que se encontra disponível em 3 versões, Free, Pro e Pro+WinPE. A versão “Free” permite recuperar apenas até 2Gb de um determinado volume o que para alguns pode não ser suficiente, para além desta limitação também não tem direito a updates nem a suporte técnico gratuito.

Para vos demonstrar a facilidade de utilização do programa, preparei um cenário em que utilizei um disco rígido de um portátil que foi substituído por apresentar sectores danificados e que perdeu as partições originais do Windows.

Vejamos passo a passo o processo:

1 – Instalar o software

A instalação é bastante simples. Faça download do software na página https://br.easeus.com/data-recovery-software/data-recovery-wizard-free.html e siga a instalação até ao final.

Duas breves notas: Se aparecer a indicação do “SmartScreen” do Windows, escolha a opção “Executar mesmo assim” uma vez que a assinatura do programa não é reconhecida pela Microsoft. Segundo, o próprio programa avisa que caso instale no disco onde pretende recuperar dados isso pode acabar por inviabilizar o processo! Esta situação é comum a todos os programas do género, se possível escolha outro disco para instalar ou então utilize outro computador para recuperar os dados.[/su_service]

2 – Seleccionar a origem da procura

Ao iniciar o EaseUS Data Recovery Wizard o programa vai analisar que discos existem no seu sistema. Caso pretenda pode adicionar posteriormente o disco de onde quer recuperar os ficheiros e assim identificar mais facilmente, e sem dúvidas, qual o disco correto.

1- Ecrã principal com a identificação dos discos

1- Ecrã principal com a identificação dos discos

Depois de seleccionar o disco pretendido seleccione a opção “Digitalizar”. Quando fizer o software irá começar a analisar o disco tentando procurar os ficheiros existentes.

Como é que isto acontece?

Em termos práticos, no armazenamento em disco, um ficheiro está guardado em várias zonas do disco e existe um índice geral que contém a identificação do ficheiro e a “morada” onde esse ficheiro se encontra. Existe também uma marca característica no sistema que indica o início de um determinado ficheiro.

No caso de um ficheiro ser eliminado, o que na verdade acontece é que o seu registo do índice é apagado, mas o sistema operativo não liga ao conteúdo para “poupar” tempo ao evitar o processo de o limpar. O que este tipo de software faz nesta situação é ignorar o índice e tentar procurar conteúdos sobretudo através das marcas que indiciam o início de um ficheiro.

Outro caso que pode acontecer é quando o índice se corrompe e fica elegível. Aí o software também vai tentar procurar os pedaços dos ficheiros e dos índices e tentar reconstituir a informação completa.

No ecrã principal irá encontrar do lado esquerdo a árvore de pastas de ficheiros que o sistema vai construindo e que poderá reflectir a árvore do disco. Do lado direito o software vai apresentar os ficheiros encontrados dentro de cada uma dessas pastas.

No topo o software vai indicando o progresso da pesquisa que, dependendo do tamanho do disco, poderá demorar desde vários minutos até poucas horas. Pode ainda na barra superior aplicar filtros de visualização à lista de resultados, permitindo por exemplo, mostrar apenas documentos de utilizador, imagens, vídeos, etc.

2- Ecrã de resultados da procura de ficheiros

2- Ecrã de resultados da procura de ficheiros

Durante a procura o sistema pode conseguir pré-visualizar os conteúdos dos ficheiros que ele verificou estarem intactos. Esta é uma ajuda importante para confirmar se conseguirá recuperar ou não o mesmo.

Ao seleccionar um dos ficheiros encontrados, clique na botão “pré-visualizar” (olho) abaixo da caixa de resultados.

É possível pré-visualizar imagens e até mesmo ficheiros de música.

3- O EaseUS consegue pré-visualizar vários tipos de ficheiros

3- O EaseUS consegue pré-visualizar vários tipos de ficheiros.

3 – Escolher os ficheiros a recuperar

Depois de concluída a pesquisa o software apresenta os índices de ficheiros que encontrou e os respectivos conteúdos. Note-se que o ficheiro encontrado nem sempre pode estar completo. Quanto mais recente for o ficheiro e menos vezes tenha utilizado o disco maior a probabilidade de o ficheiro estar completo.

- Ecrã final de resultados

4- Ecrã final de resultados

Pode então seleccionar das várias pastas apresentadas os ficheiros que pretende. E pode também efectuar uma pesquisa pelo nome ou pelo tipo de ficheiro se se lembrar do que se trata. Se quiser pode seleccionar a pasta e as subpastas inteiras.

No final, ao clicar no botão “Recuperar” vai ter de indicar onde é que pretende gravar os ficheiros recuperados.

Atenção!
Indique sempre um local num disco diferente do disco que você está a recuperar, caso contrário o software pode escrever os dados por cima dos ficheiros que está a tentar recuperar. Se estiver a recuperar um grande volume de informação certifique-se que esse disco de destino tem espaço suficiente para tal.
5- Indique o local de destino para gravar os ficheiros

5- Indique o local de destino para gravar os ficheiros

Após recuperar todos os ficheiros pode abrir a pasta de destino para confirmar o resultado.

6- Confirmação da recuperação

6- Confirmação da recuperação

4 – Grave os resultados da pesquisa

Por fim mesmo que tenha para já conseguido recuperar a informação que pretendia é recomendável guardar os resultados da pesquisa. Assim, caso pretenda voltar a procurar por um outro ficheiro para recuperar evita ter de aguardar novamente pela procura.

Esta situação implica claro que não pode entretanto alterar nada no disco original pois nesse caso o software terá obrigatoriamente de fazer a procura novamente uma vez que os dados foram mexidos.

7 - Gravar os resultados da procura

7 – Gravar os resultados da procura

Video exemplificativo

Pode verificar o video exemplificativo feito para acompanhar este artigo para ter uma perceção mais aproximada do modo de funcionamento do programa.

Espero que tanto este artigo como o software apresentado vos possam ser útil para uma qualquer dificuldade!

Foto de  Patrick Lindenberg on Unsplash

Para qualquer dúvida, questão ou eventual correcção que deseje realizar, pode utilizar o espaço de comentários abaixo deste artigo, utilizar a nossa página de contato ou ainda remeter um e-mail para geral [@] hometech-etal.pt

 

partilhar